segunda-feira, 30 de março de 2009

Uma caixa de felicidade instantânea, por favor.

Você já se fez bem hoje? Já te contaram alguma piada que te fizesse rir alto e sem se preocupar com o que os outros pensariam? Já comeu aquele doce delicioso que era sobremesa de ontem mas sua vó guardou pra você comer hoje? Já fez algum bem a alguém sem interesse algum? Já se importou? Já aconselhou? A vida não está nas pequenas coisas, como andam dizendo por aí. A vida está no que gostamos, no que realmente queremos fazer, no que precisamos fazer para que possamos dormir em paz. Mas isso não quer dizer que, ao fazer o que deve ser feito, a felicidade virá de imediato. Quero dizer, você pode fazer o que é preciso e falar tudo que sente para alguém e, mesmo que isso doa agora, depois a felicidade virá com a comprovação que a pessoa te entende ou o alívio de saber que aquela pessoa não serve pra ti. Uma coisa posso te garantir: o que te parece horrível e insuportável agora te servirá como degrau no futuro.

2 comentários:

  1. Sempre faço o que gosto...e assim vivo bem...digamos...feliz!Lindo o post!

    Beijinhos!

    ResponderExcluir

Critique, elogie, argumente. Mas seja criativo, hen.