domingo, 12 de julho de 2009

Ponto final.

Estava escuro, quieto. Ela podia ouvir uma respiração ofegante, quase como um suspiro repetitivo ao fundo. Era o fim. E ela nem sabia o que fazer com aquilo. As fotos não retratavam beleza, apenas faziam com que ela se sentisse pior. "Então é isso, é o adeus" ela sussurou baixinho. Não queria que ninguém ouvisse o lamento, não queria que aquilo fosse verdade. As lembranças giravam em sua mente e ela tentava conter algumas lágrimas que estavam prestes a escapar. Se todos ao menos soubessem o quanto foram especiais, o quanto ela precisa de tudo isso. Alguns sorrisos tentavam acalmá-la, mas eram sempre as mesmas palavras "tudo vai ficar bem, você nunca será esquecida". Mentira! Ela sabia que poderia ser substituída, sabia que alguma hora alguém tomaria o controle das coisas. Controle que costumava ser dela. E ela gostava que fosse assim. Gostava de saber de tudo, participar de tudo. Mesmo que ficasse ali, quieta, ela podia pelo menos sentir como se estivesse apoiando. Sempre tentou entender todos os sentimentos e até mesmo descrevê-los, pobre coitada. Sentimentos que agora voltaram para lhe mostrar que nada é descritível. Sensações, cores, perfumes. E era tudo que ela nunca queria perder. Objetos e retratos que lhe foram dados não amenizariam a falta. Ela está só. Nada de abraços, sorrisos, mãos dadas. Acabou. Fim.

7 comentários:

  1. Ficaram as fotos, o cheiro e as lembranças.

    ResponderExcluir
  2. Nada é para sempre né? A gente tem que sobreviver a cada "adeus" que nos dizem. Gostei muito do texto

    ResponderExcluir
  3. Perfeito o texto, o blog, TUDO!
    Adorei o post!
    Tem um selo pra você lá no meu blog. Vê lá ;*

    ResponderExcluir
  4. foi de emocionar! parceira de tdb, vou te linkar, tudo bem? (:

    ResponderExcluir
  5. Adorei o texto...*o*
    Agora sim posso comentar \o/


    Seu blog é muito bom... gostei muito :D
    Hehe..os sentimentos voltaram :P

    Beeeijos...
    estarei sempre por aki ^^
    :*

    ResponderExcluir

Critique, elogie, argumente. Mas seja criativo, hen.